quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Por Você... - Capitulo 06





Ficha Técnica 

Titulo: Por Você...

Subtitulo: (Sem subtitulo) 
Autor: Aldo Andrade 
Capítulos ao todo: Em andamento 
Status: Em andamento
Ano: 2013 
Tema: Romance








Este conto é inadequado para menores de 18 anos
Contem romance homossexual, insinuação sexual e violência.


Antes...

Eu nunca pensei que Jhon me faria tal pergunta, logo ele que sempre evitou falar, ele que mantinha a esperança impenetrável de que um dos meus exames aponta-se que eu ficaria viva por mais tempo, nos últimos dias eu desejava que eles mudassem. Eu queria ficar viva por mais tempo eu queria ser feliz com Lucas.
Naquele momento o vazio voltava ao meu corpo e eu percebi que por mais que visse os dias felizes como dias ensolarados de verão o tom fúnebre do outono ainda estava ali e me seguia aonde quer que eu fosse. Senti uma pontada no peito e em seguida tudo escureceu.

Parte II


A partir daqui a historia é narrada por Lucas Amell

Depois...

Lucas

O vento balançava os galhos das arvores que se chicoteavam no ar. O céu estava coberto por um tom escuro de cinza – iria chover – o sol não aparecera, mas ainda havia folhas amareladas que se mantinham firmes e fortes presas em seus galhos em um estagio avançado de “calvície”.
O relógio marcava onze horas da manhã quando ele acordou, a pouca iluminação fazia seus cabelos dourados reluzirem contornando suavemente seu rosto pálido, mas sereno, mas seus olhos verdes mantinham um brilho intenso e em seus lábios um terno sorriso.
– Bom dia. – sussurrei.
– Bom dia.
– Esta se sentindo bem?
Comecei-lhe a afagar o rosto.
– Hum.
– Fiquei preocupado.
– Me desculpe.
– Não se desculpe você não fez nada de errado.
– Mesmo assim, peço desculpas por fazer você ficar preocupado.
– Damon – fiquei serio.
– Esta bem, mas eu preciso te contar algumas coisas.
– Tudo bem, o que seria?
– Só me ouça esta bem?
Peguei uma chave imaginaria, tranquei minha boca e joguei a chave longe e dei um leve sorriso.
Ele riu junto.
– Bem antes de amar você, eu gostei de outro garoto, que também – eu acho – gostava de mim só que ele nunca tomou nenhuma iniciativa e há alguns dias ele se declarou. Mas já era tarde. Eu já amava você mais do que eu mesmo poderia imaginar, você me fez sentir como nunca me senti antes. Você me deixa feliz.
Ele me acariciou o rosto.
– Só que eu me sinto culpado – ela baixou o rosto – Por não poder fazê-lo feliz, ele sempre esteve comigo e...
Suas feições mudaram. Eu podia ver a dor nascer em seu olhar, ela controlava as lagrimas.
– Eu entendo.
– Mas apesar da culpa, eu tenho certeza do que eu sinto por você. Eu o amo e nada mudaria isso.
Lagrimas escorriam por seus olhos.
– Estou com medo.
O abracei imediatamente, me acomodando na cama para que ele pudesse se aninhar em meu peito.
– Tudo vai ficar bem, eu estou aqui.
Ele me abraçou forte enquanto chorava, e este só cessou quando o sono o dominou. Quando sai do quarto de Damon encontrei Jhon com Math que me fuzilou com os olhos.
– O que você faz aqui? – perguntou-me Math.
– Eu pergunto o mesmo.
– Podem parar com essa discussão? – ele olhos para nós dois – Os dois! Vocês estão nervosos e estão aqui por motivos óbvios. Lucas é namorado de Damon, Math. E Math é amigo de Damon desde pequeno, ele é praticamente da família.
Math bufou e deu meia volta andando ate a recepção do hospital, Jhon me olhou confuso.
– O que há entre vocês.
– Nada de mais Sr. Simons, só não nos damos bem.
– Hum. Só não façam nenhuma besteira.
Ele pôs a mão direita no meu ombro. Sorriu levemente e foi para o quarto de Damon. Foi difícil ter me controlado daquela forma, eu estava com ciúmes e com raiva. Era obvio que era ele que havia se declarado. Eu estava com ciúmes por ele ser tão próximo e obviamente amá-lo e com raiva por fazê-lo sofrer e se sentir culpado. Foi então que vi meus pais e esses sentimentos foram colocados em um canto.

Aldo Andrade  © 2013
Proibida reprodução total ou parcial desse conteúdo em mídias impressas, digitais, seja áudio ou visual sem autorização do autor sob pena criminal e civil.
Todos os direitos reservados.

Este conto é uma Fanfic baseada no romance Folhas ao Vento © 2012

Reprodução de conteúdo concedida pelo autor a
Rutta to Kodama Project © 2012 - 2013

Aldo Andrade
Aldo Andrade

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não é permitido comentários ofensivos.
Não use palavras de baixo calão.
Todos os comentários passam por moderação.
Não consegue baixar o manga? Comente em Links Quebrados.
Faça reclamações e sugestões!

Não recebemos reclamações de outros blogs e sites decorrente ha algum problema nas postagens do nosso site. Por favor mande um e-mail para ruttatokodama@gmail.com

Agradecemos todos os comentários e amamos vocês seus pervs *-*