quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

De Repente Amor - Capitulo 07


Ficha Técnica 

Titulo:  De Repente Amor
Subtitulo: (Sem subtitulo) 
Autor: Aldo Andrade 
Capítulos ao todo: 10 
Status: Completo 
Ano: 2012 
Tema: Romance


Notas
  1. Os capítulos podem ter sido quebrados, ou seja, um capitulo no blogue se tornou dois.
  2. Possuímos autorização do autor para publicar o conto.
  3. Ajude o autor comprando o livro.


Este conto é inadequado para menores de 18 anos
Contem romance homossexual, insinuação sexual e violência.

Esta historia é baseada em fatos reais




Parte II

A partir de agora a historia é marrada por Adam

Adam


Alguns dias antes...

As aulas não eram mais tão entediantes como eram a algum tempo atrás. Eu me sentia livre e leve quando conversava com Rafael eu não precisava fingir estar bem por que estar com ele me fazia bem.

Passávamos muito tempo um junto do outro, e por mais que eu não quisesse acreditar eu estava gostando de tudo o que fazíamos ao que parecia ele era a única exceção do meio esnobe em que fora criado.

Eu não precisava passar horas estudando como fazia ele para aprender o conteúdo, eu era um dos melhores alunos do Sigma e era motivo de orgulho escolar e familiar, mas nem tudo em minha vida poderia ser flores...

Talvez fosse de mais pedir pra ser “normal” e por mais que eu aceite eu tenho raiva de não poder ser como os outros... Isso não é bom eu sei, mas o que posso fazer com esses sentimentos?

O ultimo sinal soara.

Como todos os dias desde que ficamos amigos eu esperava por Rafael no estacionamento do colégio. Eu me pegava preso a pensamentos e a sentimentos que eu não poderia ter... Ainda mais com um amigo, eu não queria perde-lo.

Eu descia as escadas como de costume e esperei por Rafael no estacionamento ao lado do carro dele me encostando nele, foi quando Lucas se aproximou de mim que nem cheguei a perceber sua presença ali, como se ele já me esperasse.

- Adam, o que você faz aqui?

- Esperando um amigo.

- Como você pode mentir na minha cara? Você esta esperando o Rafael não é?

- Lucas não to afim de discutir com você. – me virei para o outro lado.

Ele segurou meu braço com força e ficou na minha frente.

- Não faça isso pra mim de novo.

- Como é!?

- Pensa que eu não sei que vocês tão se pegando! – ele gritou.

- Que!? Isso nunca aconteceu... Não pense bobagens.

Foi então que percebi que Rafael havia acabado de chegar e estava parado com os olhos semi-serrados nos olhando. Ele tirou os fones de ouvido e se aproximei rapidamente.
- O que você quer que eu pense? Eu não gosto que ande com ele.

- Não me enche Lucas estou cansado disso.

- Eu ouvi direito?

- Ouviu sim.

Rafael com um único movimento me lançou ao chão com um soco. Rafael deixou a mochila cair no chão, ele correu ate nós e começou a socar Lucas que revidou e o derrubou no chão também, mas quando ele se levantou começou a esmurrá-lo. Levantei-me o mais rápido que pude e me coloquei entre os dois e gritei:

- Parem os dois!

Rafael me olhou e recuou, mas Lucas parecia mais furioso do que já estava e me jogou no chão

 Rafael fez um movimento de cabeça em reprovação ao que ele havia feito comigo e quando ele se virou Rafael começou a socá-lo, ele estava com muita raiva.

- Rafael... Pare por favor... – eu disse.

Os socos diminuíram e aos poucos ele o soltou.

O rosto de Lucas estava ensanguentado e ele havia quebrado o nariz dele. Rafael se sentou ali mesmo e suspirou enquanto olhava para Lucas, ele se levantou devagar olhou para ele e disse:

- Nunca mais toque um dedo nele, por que na próxima eu vou deixar pior do que isso.

Ele veio ate mim e perguntou:

- Esta tudo bem?

- Esta. Não foi nada.

- Então vamos, vou te levar para casa.

Ele colocou seu braço sobre meu ombro e caminhamos ate o carro.

- Acabou Lucas. – sussurrei.

Aldo Andrade © 2012
Proibida reprodução total ou parcial desse conteúdo em mídias impressas, digitais, seja áudio ou visual sem autorização do autor sob pena criminal e civil.
Todos os direitos reservados.


Reprodução de conteúdo concedida pelo autor a
Rutta to Kodama Project © 2012 - 2013.


Aldo Andrade
Aldo Andrade

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não é permitido comentários ofensivos.
Não use palavras de baixo calão.
Todos os comentários passam por moderação.
Não consegue baixar o manga? Comente em Links Quebrados.
Faça reclamações e sugestões!

Não recebemos reclamações de outros blogs e sites decorrente ha algum problema nas postagens do nosso site. Por favor mande um e-mail para ruttatokodama@gmail.com

Agradecemos todos os comentários e amamos vocês seus pervs *-*